Moçambique

País com presença
Setembro 2020

IPC 2.0 Acute Food Insecurity Phase

1: Minimal
2: Stressed
3: Crisis
4: Emergency
5: Famine
Not mapped
Would likely be at least one phase worse without current or programmed humanitarian assistance
FEWS NET classification is IPC-compatible. IPC-compatible analysis follows key IPC protocols but does not necessarily reflect the consensus of national food security partners.

IPC 2.0 Acute Food Insecurity Phase

1: Minimal
2: Stressed
3+: Crisis or higher
Would likely be at least one phase worse without current or programmed humanitarian assistance
FEWS NET classification is IPC-compatible. IPC-compatible analysis follows key IPC protocols but does not necessarily reflect the consensus of national food security partners.
FEWS NET Remote Monitoring countries use a colored outline to represent the highest IPC classification in areas of concern.

IPC 2.0 Acute Food Insecurity Phase

Presence countries:
1: Minimal
2: Stressed
3: Crisis
4: Emergency
5: Famine
National Parks/Reserves
Remote monitoring
countries:
1: Minimal
2: Stressed
3+: Crisis or higher
Would likely be at least one phase worse without current or programmed humanitarian assistance
Not mapped
FEWS NET classification is IPC-compatible. IPC-compatible analysis follows key IPC protocols but does not necessarily reflect the consensus of national food security partners. FEWS NET only maps the Eastern half of DRC.
FEWS NET Remote Monitoring countries use a colored outline to represent the highest IPC classification in areas of concern.

CIF 2.0 Fase de Insegurida d Alimentaria Aguda

1: Minimo
2: Acentuada
3: Crisis
4: Emergencia
5: Hambruna
Sin mapa
Se estima que seria al menos una fase peor sin ayuda humanitaria actual o programada
La manera de clasificación que utiliza FEWS NET es compatible con la CIF. Un análisisque es compatible con la CIF sigue los protocolos fundamentales de CIF pero nonecesariamente refleja el consenso de los socios nacionales en materia de seguridad alimentaria.

CIF 2.0 Fase de Insegurida d Alimentaria Aguda

1: Minimo
2: Acentuada
3+: Crisis o peor
Se estima que seria al menos una fase peor sin ayuda humanitaria actual o programada
La manera de clasificación que utiliza FEWS NET es compatible con la CIF. Un análisisque es compatible con la CIF sigue los protocolos fundamentales de CIF pero nonecesariamente refleja el consenso de los socios nacionales en materia de seguridad alimentaria.
Para los países de Monitoreo Remoto, FEWS NET utiliza un contorno de color en el mapa CIF que representa la clasificación más alta de CIF en las áreas de preocupación.

CIF 2.0 Fase de Insegurida d Alimentaria Aguda

Países presenciales:
1: Minimo
2: Acentuada
3: Crisis
4: Emergencia
5: Hambruna
Parques y reservas
Países de monitoreo remoto:
1: Minimo
2: Acentuada
3+: Crisis o peor
Se estima que seria al menos una fase peor sin ayuda humanitaria actual o programada
Sin mapa
La manera de clasificación que utiliza FEWS NET es compatible con la CIF. Un análisis que es compatible con la CIF sigue los protocolos fundamentales de CIF pero no necesariamente refleja el consenso de los socios nacionales en materia de seguridad alimentaria. FEWS NET presenta el mapa para el este de la RDC solamente.
Para los países de Monitoreo Remoto, FEWS NET utiliza un contorno de color en el mapa CIF que representa la clasificación más alta de CIF en las áreas de preocupación.

IPC 2.0 Phase d'Insécurité Alimentaire Aiguë

1: Minimale
2: Stress
3: Crise
4: Urgence
5: Famine
Non cartographié
Serait probablement pire, au moins une phase, sans l'assistance humanitaire en cours ou programmée
La manière de classification que FEWS NET utilise est compatible avec l’IPC. Une analyse qui est compatible avec l’IPC suit les principaux protocoles de l’IPC mais ne reflète pas nécessairement le consensus des partenaires nationaux en matière de sécurité alimentaire.

IPC 2.0 Phase d'Insécurité Alimentaire Aiguë

1: Minimale
2: Stress
3+: Crise ou pire
Serait probablement pire, au moins une phase, sans l'assistance humanitaire en cours ou programmée
La manière de classification que FEWS NET utilise est compatible avec l’IPC. Une analyse qui est compatible avec l’IPC suit les principaux protocoles de l’IPC mais ne reflète pas nécessairement le consensus des partenaires nationaux en matière de sécurité alimentaire.
Pour les pays suivis à distance par FEWS NET, un contour coloré est utilisé pour représenter la classification de l’IPC la plus élevée dans les zones de préoccupation.

IPC 2.0 Phase d'Insécurité Alimentaire Aiguë

Pays de présence:
1: Minimale
2: Stress
3: Crise
4: Urgence
5: Famine
Parcs et Réserves
Pays suivis à distance:
1: Minimale
2: Stress
3+: Crise ou pire
Serait probablement pire, au moins une phase, sans l'assistance humanitaire en cours ou programmée
Non cartographié
La manière de classification que FEWS NET utilise est compatible avec l’IPC. Une analyse qui est compatible avec l’IPC suit les principaux protocoles de l’IPC mais ne reflète pas nécessairement le consensus des partenaires nationaux en matière de sécurité alimentaire. FEWS NET ne cartographie que l’est de la RDC.
Pour les pays suivis à distance par FEWS NET, un contour coloré est utilisé pour représenter la classification de l’IPC la plus élevée dans les zones de préoccupation.

CIF 2.0 Fase de Insegurança Alimentar Aguda Baseado

1: Minima
2: Stress
3: Crise
4: Emergência
5: Fome
Não mapeado
Poderia ser pior sem a assistência humanitária em vigor ou programad
A maneira de classificação que utiliza FEWS NET é compatível com a CIF. A análise compatível com a CIF segue os protocolos fundamentais da CIF mas não necessariamente reflete o consenso dos parceirosnacionais com respeito a segurança alimentar.

CIF 2.0 Fase de Insegurança Alimentar Aguda Baseado

1: Minima
2: Stress
3+: Crise ou pior
Poderia ser pior sem a assistência humanitária em vigor ou programad
A maneira de classificação que utiliza FEWS NET é compatível com a CIF. A análise compatível com a CIF segue os protocolos fundamentais da CIF mas não necessariamente reflete o consenso dos parceirosnacionais com respeito a segurança alimentar.
Para os países de Monitoreo Remoto, FEWS NET utiliza um contorno de cor no mapa CIF para representar a classificação mais alta da CIF nas áreas de preocupação.

CIF 2.0 Fase de Insegurança Alimentar Aguda Baseado

Países com presença:
1: Minima
2: Stress
3: Crise
4: Emergência
5: Fome
Parques e reservas
Países sem presença:
1: Minima
2: Stress
3+: Crise ou pior
Poderia ser pior sem a assistência humanitária em vigor ou programad
Não mapeado
A maneira de classificação que utiliza FEWS NET é compatível com a CIF. A análise compatível com a CIF segue os protocolos fundamentais da CIF mas não necessariamente reflete o consenso dos parceiros nacionais com respeito a segurança alimentar. FEWS NET mapeia apenas a metade leste da RDC.
Para os países de Monitoreo Remoto, FEWS NET utiliza um contorno de cor no mapa CIF para representar a classificação mais alta da CIF nas áreas de preocupação.

Setembro 2020

Outubro 2020 - Janeiro 2021

Current food security outcomes in June 2020. Stressed (IPC Phase 2) and Crisis (IPC Phase 3)  in Cabo Delgado in the north, Minimal (IPC Phase 1) in Niassa, Nampula, and Zambezia. Northern Tete are Minimal (IPC Phase 1) while southern Tete is Stressed. So

Fases de Insegurança Alimentar Aguda baseadas em IPC v3.0

1: Minima
2: Stress
3: Crise
4: Emergência
5: Fome
Poderia ser pior sem a assistência humanitária em vigor ou programad
A maneira de classificação que utiliza FEWS NET é compatível com a IPC. A análise compatível com a IPC segue os protocolos fundamentais da IPC mas não necessariamente reflete o consenso dos parceirosnacionais com respeito a segurança alimentar.
As mensagens-chave
  • A situação de insegurança alimentar aguda de Crise (IPC Fase 3) poderá emergir em Outubro no sul da província de Tete e norte da província de Manica com o esgotamento das reservas de alimentos das famílias. De acordo com o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), o conflito em Cabo Delgado e na região centro do país já resultou num total de 368 mil deslocados internos. Os surtos de cólera e diarreia também tem agravado a crise em Cabo Delgado. Cerca de 600 trabalhadores de saúde fugiram devido a insegurança, e 25 unidades sanitárias estão encerradas, limitando o acesso aos serviços de saúde e exacerbando a malnutrição aguda, expecialmente em crianças.

  • Até 29 de Setembro de 2020, Moçambique tinha uma taxa de positividade de teste de 6,3 por cento e 8.556 casos de COVID-19 confirmados. No dia 7 de Setembro, o governo declarou um estado indeterminado de calamidade pública e declarou um Alerta Vermelho, o mais alto dos níveis de alerta do INGC. Apesar de algum relaxamento das medidas de controle da Covid-19, as famílias mais vulneráveis, especialmente nas zonas urbanas e peri-urbanas, continuam a enfrentar dificuldades de acesso aos alimentos e renda e podem estar em situação de Crise (IPC Fase 3). O instituto Nacional de Acção Social tem estado a registar as famílias mais vulneráveis nos grandes centros urbanos e começou a alargar os seus programas sociais e a distribuir dinheiro e alimentos com o apoio de parceiros.

  • Na sequência de um surto de febre aftosa no distrito de Magude na província de Maputo no início de Agosto e no distrito de Angónia na província de Tete em Setembro, a Direcção Nacional de Desenvolvimento Pecuário (DNDP) proibiu o movimento de gado e seus produtos relacionados nos distritos afetados e vizinhos. No entanto, o DNDP autorizou recentemente o abate de bovinos, caprinos, ovinos e suínos em matadouros nos distritos de Magude e Manhiça na província de Maputo e distrito de Angónia na província de Tete. Essa medida pode desacelerar o aumento dos preços finais de venda, nomeadament da carne bovina, principalmente em áreas urbanas.

  • In August 2020, maize grain prices increased by 9-37 percent compared to July across most monitored markets, except in Changara, Maputo, and Massinga, where maize grain prices remained relatively stable. Across monitored markets, maize grain prices were 20-43 percent above the five-year average and generally following seasonal trends. As parts of the country are experiencing atypically early lean season conditions, maize grain prices are increasing, particularly in areas affected by shocks where many poor households are already dependant on market food purchases. Maize meal and rice prices have remained stable in most monitored markets.

  • Em Agosto de 2020, os preços do milho aumentaram na ordem de 9 a 37 porcento quando comparados com os preços em Julho na maioria dos mercados monitorados, excepto em Changara, Maputo e Massinga, onde os preços deste cereal permaneceram relativamente estáveis. Nos mercados monitorados, os preços de milho estiveram na ordem de 20-43 porcento acima da média de cinco anos, de acordo com as tendências sazonais. À medida que partes do país registam  condições atipicamente precoces de escassez, sobem os preços do milho, particularmente nas zonas afectadas por choques onde muitas famílias pobres já são dependentes de compras de alimentos nos mercados. Os preços da farinha de milho e do arroz têm permanecido estáveis na maioria dos mercados monitorados.

  • De acordo com previsões nacionais e internacionais, o começo da estação chuvosa 2020/21 terá lugar muito provavelmente em Outubro. A precipitação cumulativa média a acima da média é prevista até Dezembro de 2020, excepto na província de Cabo Delgado, leste da província de Nampula e nordeste da província de Niassa, onde projecta-se uma precipitação cumulativa próxima da média. De Dezembro de 2020 a Março de 2021, há uma maior probabilidade de ocorrência de uma precipitação média a acima da média em todo o país e um número médio de ciclones.

Tempo, Clima, e Agricultura

Remote Sensing Imagery

Aug 2020

Pentad (2020-08-26 - 2020-08-31)
Sep 2020

Dekad (2020-09-11 - 2020-09-20)
Sep 2020

Dekad (2020-09-11 - 2020-09-20)
Calendário sazonal

Mercados e Comércio

Monitoria dos Preços
Boletins de Preços
Boletim de Comércio Transfronteiriço

Market Fundamentals Reports

Supply and Market Outlook

Formas de vida

Mapa das zonas de formas de vida
Calendário de monitoria sazonal

About FEWS NET

A Rede de Sistemas de AlertaPrecoce de Fome é líder na provisão de alertas precoces e análises relativas à insegurança alimentar. Estabelecida em 1985 com o fim de auxiliar os responsáveis pela tomada de decisões a elaborar planos para crises humanitárias, a FEWS NET provê análises baseadas em evidências em cerca de 35 países. Entre os membros implementadores refere-se a NASA , NOAA, USDA e o USGS, assim como a Chemonics International Inc. e a Kimetrica. Leia mais sobre o nosso trabalho.

  • USAID Logo
  • USGS Logo
  • USDA Logo
  • NASA Logo
  • NOAA Logo
  • Kilometra Logo
  • Chemonics Logo