Key Message Update

Livelihoods continue to be disrupted despite ongoing harvest

Novembro 2020

Novembro 2020 - Janeiro 2021

Fevereiro - Maio 2021

Fases de Insegurança Alimentar Aguda baseadas em IPC v3.0

1: Minima
2: Stress
3+: Crise ou pior
Poderia ser pior sem a assistência
humanitária em vigor ou programad
A maneira de classificação que utiliza FEWS NET é compatível com a IPC. A análise compatível com a IPC segue os protocolos fundamentais da IPC mas não necessariamente reflete o consenso dos parceirosnacionais com respeito a segurança alimentar.
Para os países de Monitoreo Remoto, FEWS NET utiliza um contorno de cor no mapa IPC para representar a classificação mais alta da IPC nas áreas de preocupação.

Fases de Insegurança Alimentar Aguda baseadas em IPC v3.0

1: Minima
2: Stress
3: Crise
4: Emergência
5: Fome
Poderia ser pior sem a assistência humanitária em vigor ou programad
A maneira de classificação que utiliza FEWS NET é compatível com a IPC. A análise compatível com a IPC segue os protocolos fundamentais da IPC mas não necessariamente reflete o consenso dos parceirosnacionais com respeito a segurança alimentar.

Fases de Insegurança Alimentar Aguda baseadas em IPC v3.0

1: Minima
2: Stress
3+: Crise ou pior
Poderia ser pior sem a assistência
humanitária em vigor ou programad
A maneira de classificação que utiliza FEWS NET é compatível com a IPC. A análise compatível com a IPC segue os protocolos fundamentais da IPC mas não necessariamente reflete o consenso dos parceirosnacionais com respeito a segurança alimentar.
Para os países de Monitoreo Remoto, FEWS NET utiliza um contorno de cor no mapa IPC para representar a classificação mais alta da IPC nas áreas de preocupação.

Fases de Insegurança Alimentar Aguda baseadas em IPC v3.0

Países com presença:
1: Minima
2: Stress
3: Crise
4: Emergência
5: Fome
Países sem presença:
1: Minima
2: Stress
3+: Crise ou pior
Poderia ser pior sem a assistência
humanitária em vigor ou programad
Para os países de Monitoreo Remoto, FEWS NET utiliza um contorno de cor no mapa IPC para representar a classificação mais alta da IPC nas áreas de preocupação.

As mensagens-chave

  • Thanks to the ongoing harvest, the majority of households are able to meet their food consumption needs. But in agro-pastoral (MR07) and rain-fed cultivation (MR09) areas, food insecurity remains Stressed (IPC Phase 2) after a prolonged and difficult lean season, aggravated by the negative impacts of the COVID-19 pandemic on remittances from migration and income in the informal sector in urban centers. Added to this are the floods recorded in August and September in the southern agro-pastoral areas (Guidimakha, Gorgol, Tagant, Hodh Ech Chargi) and an outbreak Rift Valley Fever, which has affected 11 regions with 138 cases confirmed in livestock and 75 cases of people infected including 25 dead, mainly in the willaya of Tagant.

  • Agricultural production and pastoral resources are generally above average after an overall satisfactory rainfall. Similarly, dams and rivers have been replenished, which offers good prospects for off-season crop production. Transhumance movements will typically take place between November and July, but the continued closure of borders with Mali and Senegal and measures to contain the spread of Rift Valley Fever, such as restriction of movement of herds from exposed areas, could limit the usual departures to these countries and create pressure on resources in the southern willayas between April and June 2021.

  • The supply of basic foodstuffs is average on the markets with the exception of imported fruits and vegetables, which are negatively affected by disturbances at the border with Morocco. The prices of cereals, milk and sugar are stable, apart from slight increases in the landlocked areas of the wilayas of Hodh El Gharbi and Assaba linked to the increase in the cost of transport following the deterioration of roads after heavy rains. In addition, the improvement in the body conditions of animals allows breeders to have stable or slightly above average selling prices.

About FEWS NET

A Rede de Sistemas de AlertaPrecoce de Fome é líder na provisão de alertas precoces e análises relativas à insegurança alimentar. Estabelecida em 1985 com o fim de auxiliar os responsáveis pela tomada de decisões a elaborar planos para crises humanitárias, a FEWS NET provê análises baseadas em evidências em cerca de 35 países. Entre os membros implementadores refere-se a NASA , NOAA, USDA e o USGS, assim como a Chemonics International Inc. e a Kimetrica. Leia mais sobre o nosso trabalho.

  • USAID Logo
  • USGS Logo
  • USDA Logo
  • NASA Logo
  • NOAA Logo
  • Kilometra Logo
  • Chemonics Logo