Key Message Update

Average Season B harvest still likely despite bean losses from heavy rains

Maio 2018

Maio 2018

The map shows the highest phase classification in Burundi is Stressed (IPC Phase 2).

Junho - Setembro 2018

The map shows the highest phase classification in Burundi is Stressed (IPC Phase 2).

CIF 2.0 Fase de Insegurança Alimentar Aguda Baseado

1: Minima
2: Stress
3+: Crise ou pior
Poderia ser pior sem a assistência
humanitária em vigor ou programad
A maneira de classificação que utiliza FEWS NET é compatível com a CIF. A análise compatível com a CIF segue os protocolos fundamentais da CIF mas não necessariamente reflete o consenso dos parceirosnacionais com respeito a segurança alimentar.
Para os países de Monitoreo Remoto, FEWS NET utiliza um contorno de cor no mapa CIF para representar a classificação mais alta da CIF nas áreas de preocupação.

CIF 2.0 Fase de Insegurança Alimentar Aguda Baseado

1: Minima
2: Stress
3: Crise
4: Emergência
5: Fome
Poderia ser pior sem a assistência humanitária em vigor ou programad
A maneira de classificação que utiliza FEWS NET é compatível com a CIF. A análise compatível com a CIF segue os protocolos fundamentais da CIF mas não necessariamente reflete o consenso dos parceirosnacionais com respeito a segurança alimentar.

CIF 2.0 Fase de Insegurança Alimentar Aguda Baseado

1: Minima
2: Stress
3+: Crise ou pior
Poderia ser pior sem a assistência
humanitária em vigor ou programad
A maneira de classificação que utiliza FEWS NET é compatível com a CIF. A análise compatível com a CIF segue os protocolos fundamentais da CIF mas não necessariamente reflete o consenso dos parceirosnacionais com respeito a segurança alimentar.
Para os países de Monitoreo Remoto, FEWS NET utiliza um contorno de cor no mapa CIF para representar a classificação mais alta da CIF nas áreas de preocupação.

CIF 2.0 Fase de Insegurança Alimentar Aguda Baseado

Países com presença:
1: Minima
2: Stress
3: Crise
4: Emergência
5: Fome
Países sem presença:
1: Minima
2: Stress
3+: Crise ou pior
Poderia ser pior sem a assistência
humanitária em vigor ou programad
Para os países de Monitoreo Remoto, FEWS NET utiliza um contorno de cor no mapa CIF para representar a classificação mais alta da CIF nas áreas de preocupação.

As mensagens-chave

  • Above-average rains through April caused widespread bean losses and also negatively affected marshland crops but benefited others. However, the total Season B harvest in June is still likely to be average as beans and marshland crops account for about 20 and 10 percent, respectively, of total acreage. Stressed (IPC Phase 2) outcomes are expected to persist countrywide through September; however, many poor households in severely flooded areas of Bujumbura Rural, Bubanza, and Kirundo provinces are likely to be in Crisis (IPC Phase 3) due to displacement and severe crop losses.

  • After staple prices remained atypically low through April during the lean season due to above-normal food reserves, bean prices began increasing in May as the market anticipated a significantly reduced harvest of that commodity. In Kirundo, the price of beans rose approximately 40 percent from early April to mid-May, though prices are likely to ease later this month as more beans are harvested across the country.

  • The Governments of Burundi and Tanzania plan to continue to facilitate the repatriation of 72,000 refugees through December 2018, and most returnees receive three months of food. Assistance is also needed for approximately 16,000 people, according to IOM, displaced by ongoing flooding and landslides. Despite WFP and UNHCR funding shortfalls, recent returnees, IDPs, and the 36,000 Congolese refugees living in camps are fully dependent on humanitarian assistance to cover their minimum food needs. In the absence of this assistance, they would likely face Crisis (IPC Phase 3) outcomes.

About FEWS NET

A Rede de Sistemas de AlertaPrecoce de Fome é líder na provisão de alertas precoces e análises relativas à insegurança alimentar. Estabelecida em 1985 com o fim de auxiliar os responsáveis pela tomada de decisões a elaborar planos para crises humanitárias, a FEWS NET provê análises baseadas em evidências em cerca de 35 países. Entre os membros implementadores refere-se a NASA , NOAA, USDA e o USGS, assim como a Chemonics International Inc. e a Kimetrica. Leia mais sobre o nosso trabalho.

  • USAID Logo
  • USGS Logo
  • USDA Logo
  • NASA Logo
  • NOAA Logo
  • Kilometra Logo
  • Chemonics Logo